Publicidade
Publicidade

Diniz explica aposta em Endrick: ‘não é uma pressão, é um prêmio’

Treinador chamou jovem de 17 anos, em alta no Palmeiras, entre os 24 nomes para enfrentar Colômbia e Argentina pelas Eliminatórias

O técnico Fernando Diniz, da seleção brasileira, precisou justificar logo na primeira pergunta da entrevista coletiva nesta segunda-feira, 6, a convocação do jovem atacante Endrick, de 17 anos, entre os 24 convocados da seleção brasileira para as partidas contra Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.

Publicidade

Segundo Diniz, a escolha não tem como objetivo pressionar o prodígio do Palmeiras, mas premiá-lo pelo bom momento. Ele ainda aponta o jogador como um dos nomes que podem liderar uma renovação do time do último Mundial.

“O Endrick é um jogador que tem potencial para ser um daqueles grandes talentos. Não sabemos se vai confirmar [as expectativas], ou não. A convocação não é uma pressão, é um prêmio e, também, uma visão de futuro do que esse garoto pode ser”, iniciou dizendo.

Publicidade

“Um menino nascido em 2006 conseguir produzir o que ele produz me chama muito atenção. E nesse momento específico ele vive o seu melhor momento jogando contra grandes equipes do Brasil, conseguindo se sobressair. A convocação do Endrick e de mais alguns ela aponta um pouco o que pode ser o futuro. Esse apontamento não quer dizer que seja uma confirmação. A confirmação só vai vir com o tempo e depende de muitos fatores para que haja essa consolidação desses nomes para frete”, completou.

Endrick chama a responsabilidade e brilha com dois gols e pré-assistência em virada histórica do Palmeiras - Cesar Greco/Palmeiras
Endrick chama a responsabilidade e brilha com dois gols e pré-assistência em virada histórica do Palmeiras – Cesar Greco/Palmeiras

Titular nas últimas seis partidas do Palmeiras, o camisa 9 lidera a reação da equipe dirigida por Abel Ferreira no Brasileirão, após uma trágica eliminação nas semifinais da Libertadores em pleno Allianz Parque.

Endrick foi o principal nome da vitória por 4 a 3 diante do Botafogo com dois gols, além de ter iniciado a jogada do terceiro, de Flaco López. Na última partida, marcou o gol que deu ao Verdão o triunfo por 1 a 0 diante do Athletico Paranaense. As atuações ganharam elogios públicos do técnico Abel Ferreira.

Publicidade

Além de Endrick, Diniz deu oportunidades a outros nomes como Pepê, do Porto, João Pedro, do Brighton, e Paulinho, do Atlético Mineiro.

A convocação é válida para a quinta e sexta rodadas do torneio qualificatório. O confronto com a Colômbia está programado para 16 de novembro, às 21h (de Brasília), o estádio Metropolitano Barraquilla. Cinco dias depois, o Brasil enfrentará a Argentina, no Maracanã, às 21h30 (de Brasília)

Publicidade