Publicidade
Publicidade

Cruzeiro e Vasco fazem jogo atrasado com gosto de ‘final’ contra queda

Raposa e Cruzmaltino têm 40 pontos e confronto direto pode representar alívio na parte de baixo da tabela

Cruzeiro e Vasco se enfrentam nesta quarta-feira, 22, às 19h (de Brasília), no Mineirão, em partida adiada da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um dia após o fim da data Fifa, a competição retorna com um confronto direto contra o rebaixamento, tendo em vista que a Raposa e o Cruzmaltino têm 40 pontos e são 16º e 15º na tabela, respectivamente.

Publicidade

A equipe mineira não contará com sua torcida no estádio, tendo em vista punição por invasão de campo contra o Coritiba, dia 11 de novembro. Por outro lado, o Cruzeiro se apega no impacto da mudança do comando, que deixou de ter Zé Ricardo e efetivou Paulo Autuori, que ocupava o cargo de diretor técnico.

Sob comando do experiente treinador, a Raposa venceu o Fortaleza, no último sábado, 18, no Castelão, em partida atrasada da 30ª rodada. O êxito permitiu o Cruzeiro respirar e deixar a zona de rebaixamento, com possibilidade de se afastar ainda mais em caso de vitória nesta quarta-feira.

Publicidade

Do lado vascaíno, a sequência positiva é o trunfo. São três vitórias consecutivas e a sexta melhor campanha do returno. Por outro lado, o desempenho como visitante preocupa o time carioca, tendo em vista as três vitórias, cinco empates e oito derrotas longe de seus domínios.

O jogo tem peso para o Vasco especialmente por se tratar de um confronto direto, além da dura sequência até o fim da competição. Após o Cruzeiro, o time treinado por Ramon Díaz viaja para encarar Athletico Paranaense, que sonha com G-6, e Grêmio, com chance de título, e recebe o Corinthians, que precisa pontuar para afastar de vez a chance de queda, e o Red Bull Bragantino, candidato a levantar a taça.

Segundo estudo da UFMG, o Cruzeiro tem 13,9% de chance de ser rebaixado e o Vasco tem 13,7%. Uma vitória no duelo abaixa ainda mais as probabilidades.

Publicidade
Publicidade