Publicidade
Publicidade

Rodri, do Manchester City, põe Messi como favorito à Bola de Ouro

Volante citou o fator 'marketing' como atributo mais importante em premiações individuais e rasgou elogios a Pep Guardiola

Peça fundamental do Manchester City na conquista da última edição da Liga dos Campeões, em junho deste ano, o volante espanhol Rodri foi um dos indicados à Bola de Ouro. O espanhol, porém, não se vê com grandes chances na disputa e cravou quem acha que levará o prêmio para casa nesta edição: Lionel Messi. Essa seria a oitava vez que o argentino conquistaria a premiação.

Publicidade

“Sei que as premiações individuais envolvem muito marketing. Ao lado dos craques com quem disputo, claro que me falta marketing, assim como faltava para Xavi e Iniesta. Me preocupo com as coisas que posso controlar e isso são os prêmios coletivos. Acredito que quem ganhará será um tal de Leo Messi. Haaland também é uma figura muito grande e tem seus méritos”, afirmou o volante do City em entrevista à rádio COPE.

Rodri também destacou a importância do técnico Pep Guardiola na evolução de seus desempenhos como volante. O jogador revelou uma situação na final da Champions League, contra a Inter de Milão, em que o treinador foi essencial para sua mudança de mentalidade e para que ele marcasse o gol do título.

Publicidade

“Eu não estava encontrando a fluidez que normalmente encontro, e era minha primeira final. No intervalo, Guardiola disse para a equipe: ‘Não sei o que está acontecendo, nem Rodri está bem’. Eu não esperava por isso. Outro jogador poderia ter perdido a confiança, mas eu precisava da confirmação de que não estava bem. Saí com uma mentalidade totalmente diferente”, contou o atleta.

O volante do City continuou: “Na segunda etapa, o time cresceu e marquei o gol. Vejo Guardiola ‘louco’ todo dia. É o treinador mais influente da minha carreira. Me levou a um nível que eu não sabia que poderia alcançar. Te dá uma caixa de ferramentas e possui mais ferramentas que o resto. Existem poucos jogadores que Pep não levou ao topo”.

 

Publicidade