Publicidade
Publicidade

Vélez aceita proposta de investidor e Cabral fica perto do Santos

A investida da empresa MO3 na busca da contratação do volante Ariel Cabral, junto ao Vélez Sarsfield .

A investida da empresa MO3 na busca da contratação do volante Ariel Cabral, junto ao Vélez Sarsfield (Argentina), deu um grande avanço na noite desta quinta-feira. Após reunião em Buenos Aires, na qual os sócios do grupo investidor, Luciano Martins e Ricardo Mendes, voltaram a conversar com a diretoria do Fortín, ficou definido que a proposta de US$ 1,5 milhões (cerca de R$ 3 milhões), apresentada pela MO3, foi aceita pelo clube argentino.

Publicidade

Inicialmente, o Vélez desejava arrecadar US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 4 milhões) com a transação do meio-campista, de 24 anos. Porém, a empresa se dispôs a pagar uma quantia abaixo da pretendida pelos portenhos, mas inteiramente livre de impostos.

Agora, a negociação parte para um novo estágio. A MO3 e o Fortín precisam definir a forma de pagamento e se o Vélez Sarsfield irá ganhar alguma porcentagem em cima do jogador, em caso de uma futura venda. Os argentinos tentam incluir essa cláusula no acordo e também devem exigir garantias bancárias do investidor.

Publicidade

O Peixe, por sua vez, aguarda o desfecho dos detalhes finais das tratativas entre a empresa parceira e o Vélez para entrar em cena. Com todos os pontos ajustados, caberá a diretoria santista chegar a um acordo salarial com Cabral.

O volante canhoto deve ser repassado pelo investidor ao time alvinegro, que será o detentor dos seus direitos federativos. Só que, em uma futura transação, o Santos pode ter direito a 15 ou 20% do lucro de uma venda para o exterior.

Continua após a publicidade

Publicidade