Publicidade
Publicidade

Parreira faz tratamento contra câncer e apresenta boa resposta, diz CBF

Tetracampeão mundial pela seleção brasileira foi diagnosticado com linfoma de Hodgkin e tem apresentado "excelente resposta" à quimioterapia, segundo a entidade

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu nesta sexta-feira, 12, uma nota oficial informando que o ex-treinador da seleção Carlos Alberto Parreira, de 80 anos, está há quatro meses fazendo quimioterapia para combater um quadro de linfoma de Hodgkin, tipo de câncer que afeta o sistema linfático. De acordo com o comunicado, o tetracampeão mundial em 1994 tem apresentado “excelente resposta” ao tratamento.

Publicidade

O estado de saúde de Parreira levantou especulações recentemente, depois que o ex-treinador fez aparições na TV para falar de seu ex-companheiro de seleção Zagallo, que morreu em 6 de janeiro, aos 92 anos. O último trabalho de Parreira no futebol foi como coordenador técnico da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014.

Veja na íntegra a nota da CBF:

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vem informar, em nome da família do ex-treinador da Seleção Brasileira Masculina de Futebol, Carlos Alberto Parreira, que, após o diagnóstico de linfoma de Hodgkin, ele está há quatro meses em tratamento quimioterápico e vem apresentando excelente resposta.

Publicidade

A família do treinador tetracampeão e a equipe médica do Hospital Samaritano que o acompanha, afirmam que Parreira segue evoluindo positivamente aos tratamentos e agradecem a todos pela preocupação e carinho.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, em nome de todos os torcedores brasileiros, deseja pronta recuperação ao professor Parreira”

Parreira durante a coletiva na Granja Comary
Parreira durante a Copa do Mundo de 2014, em que foi auxiliar de Felipão Scolari
Publicidade