Publicidade
Publicidade

Corinthians leva virada e perde a primeira na Libertadores

Nervosa, equipe brasileira tem dois expulsos e acaba derrotada por 3 a 2 pelo Cerro Porteño em Assunção; time paraguaio agora ocupa a liderança do Grupo 8 da competição

Depois de fazer um bom primeiro tempo no Paraguai, o Corinthians desmoronou na segunda etapa, teve dois jogadores expulsos e acabou derrotado por 3 a 2 pelo Cerro Porteño na noite desta quarta-feira, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. Foi o primeiro revés da equipe brasileira nesta edição da Copa Libertadores.

Publicidade

O resultado foi péssimo porque fez com que o Cerro pulasse para a liderança do Grupo 8, com 7 pontos. O Corinthians, com 6, está em segundo lugar e terá a revanche na próxima quarta-feira, em Itaquera. Santa Fe, com quatro, e Cobresal, que ainda não pontuou, completam a classificação.

O Corinthians terminou o primeiro tempo vencendo o jogo por 1 a 0, após o gol marcado por André no rebote do goleiro. Mais do que isso, a equipe de Tite fazia uma boa apresentação. Mas as duas expulsões no segundo tempo – de André e Rodriguinho, ambos por segundo amarelo – mudaram o rumo da partida. Com nove jogadores contra onze, o esquema do técnico corintiano desabou.

Publicidade

Logo aos três minutos do segundo tempo, Uendel não evitou o cruzamento de Leal e a bola chegou a Beltrán, que ganhou de Felipe e empatou a partida. Apenas três minutos depois, André recebeu o segundo amarelo e foi expulso corretamente.

Nervosos com o empate, os jogadores do Corinthians passaram a cometer faltas duras. Rodriguinho também conseguiu levar dois cartões amarelos e foi expulso. E Guilherme só não recebeu cartão vermelho porque o juiz foi complacente.

Sem poder de marcação, o Corinthians levou a virada. Nem as alterações de Tite conseguiram segurar o apetite do Cerro Porteño, que estava em crise e poderia até demitir seu treinador se fosse derrotado. Díaz, melhor jogador da partida, fez 2 a 1 aos 29 minutos, quando o Corinthians já estava com nove em campo. Entregue, o Corinthians sofreu o terceiro. E poderia ter sofrido mais. O pênalti convertido por Giovanni Augusto, aos 42 minutos, diminuiu o placar.

Publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade