Publicidade
Publicidade

Brasil briga com Itália por terceira vaga para as Olimpíadas de Londres

Com a difícil vitória conquistada sobre a Polônia, neste sábado, o Brasil terminou a rodada na terceira colocação da Copa do Mundo de vôlei masculina. Apesar de ter a última vaga para disputar as Olimpíadas de Londres, em 2012, a decisão do último classificado será neste domingo, pois a Itália tem a mesma pontuação que […]

Com a difícil vitória conquistada sobre a Polônia, neste sábado, o Brasil terminou a rodada na terceira colocação da Copa do Mundo de vôlei masculina. Apesar de ter a última vaga para disputar as Olimpíadas de Londres, em 2012, a decisão do último classificado será neste domingo, pois a Itália tem a mesma pontuação que os brasileiros e segue na briga. Rússia e Polônia já estão asseguras nos Jogos Olímpicos.

Publicidade

A primeira a carimbar o passaporte com destino a capital da Inglaterra foi a Rússia, logo no segundo set do jogo com os iranianos. A partida contra o Irã foi bastante disputada, apesar do placar em sets diretos, com parciais de 31/29, 25/21 e 25/18. ‘Estou muito agradecido e grato aos jogadores. Eles fizeram o seu melhor e o esforço foi refletido no resultado. Temos um grande jogo contra a Polônia neste domingo, mas estou muito feliz por temos classificado’, ressaltou o treinador russo, Vladimir Alekno. A Rússia lidera a tabela com 27 pontos.

A Polônia entrou em quadra, neste sábado, contra a Seleção Brasileira e levou a virada, no entanto, mesmo com a derrota, garantiu-se na segunda colocação do torneio com 25 pontos. ‘Em primeiro lugar, gostaria de parabenizar o meu grande amigo Andrea Anastasi e a equipe da Polônia pela classificação para os Jogos Olímpicos, além de seu jogo aqui na Copa do Mundo. Tivemos alguns altos e baixos, mas continuamos a lutar. A partida de amanhã será como uma final olímpica para nós. Se vencermos, estamos em Londres’, afirmou o trinador brasileiro, Bernardinho.

Publicidade

Neste domingo, o Brasil encara os japoneses, donos da casa, em busca de mais uma vitória. A Seleção verde-amarela tem 21 pontos, a mesma pontuação da Itália, que venceu o Japão, neste sábado. A partida ficou 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 26/24 e 25/22.

Já a Sérvia emplacou sua quarta vitória consecutiva, mas na nona colocação, ela não pode mais obter a vaga olímpica. O jogo contra a China ficou 3 sets 1, com uma virada em 24/26, 25/18, 25/19 e 25/12.

Outra seleção que venceu nesta rodada foi a Argentina, que encerrou e série de cinco derrotas consecutivas, contra o Egito. O fim do jejum de vitórias veio em sets diretos e parciais de 25/20, 25/21, 25/17.

Publicidade

Muitas emoções também no duelo entre os Estados Unidos e Cuba, decidido no tie-break. Os cinco sets de partida terminaram com o triunfo dos norte-americanos. Mesmo com a derrota, Cuba se manteve à frente dos Estados Unidos, com 17 pontos, um a mais que rival.

Continua após a publicidade

Publicidade