Publicidade
Publicidade

United bate o Aston Villa, retoma vice-liderança e não deixa City disparar

O início da 14rodada do Campeonato Inglês colocou pressão sobre o Manchester United, já que a equipe poderia perder a vice-liderança e ficar oito pontos atrás do rival City. Mas, jogando fora de casa, os Diabos Vermelhos fizeram a sua parte e, com gol de Phil Jones, bateram o Aston Villa, por 1 a 0. […]

O início da 14rodada do Campeonato Inglês colocou pressão sobre o Manchester United, já que a equipe poderia perder a vice-liderança e ficar oito pontos atrás do rival City. Mas, jogando fora de casa, os Diabos Vermelhos fizeram a sua parte e, com gol de Phil Jones, bateram o Aston Villa, por 1 a 0.

Publicidade

Assim, o United chegou aos 33 pontos e retomou a segunda colocação da Premier League – mais cedo, o Tottenham vencera o Bolton, chegando aos 31 pontos. Com isso, a equipe de Alex Ferguson não deixou o City, que goleou o City por 5 a 1, disparar na tabela e segue cinco pontos atrás do rival. O Aston Villa, por sua vez, parou nos 16 pontos, no meio da tabela de classificação.

O próximo encontro do atual campeão inglês está marcado para esta quarta, mas pela Liga dos Campeões: os ingleses vão até a Suíça enfrentar o Basel. Na vice-liderança do Grupo C, o Manchester precisa apenas de um empate para seguir às oitavas de final do torneio de times europeus.

Publicidade

O JOGO – Após um início com maior posse de bola, o Manchester United conseguiu abrir o placar na primeira oportunidade de real perigo: aos 19 minutos, os visitantes realizaram boa jogada coletiva e o português Nani cruzou para a área. Jones, oportunista, apenas desviou, marcando o primeiro do Manchester.

Embora tentasse pressionar, o Aston Villa levou um susto aos 24, quando Nani cruzou para a área e obrigou Given a desviar, para que os Diabos Vermelhos não ampliassem. Apesar disso, a partida não teve outras grandes oportunidades e os dois times foram para o intervalo com a vantagem mínima para os visitantes.

Sem ser incomodado pelo Aston Villa, o Manchester manteve o ritmo na segunda etapa e segurava a posse de bola: chances de gol, porém, eram poucas e a partida seguia em ritmo morno. Aos 12, os Diabos Vermelhos ainda criaram uma jogada em velocidade com Rooney, mas o camisa 10 perdeu a posse de bola. A defesa confundiu-se e Jones recuperou o rebote, mas não conseguiu criar perigo.

Publicidade

Aos 24 minutos, o primeiro bom momento dos donos da casa. Heskey completou desviou na cobrança de escanteio, assustando o goleiro do Manchester. A resposta do United veio pouco depois: em chute de longa distância, Young assustou o Aston Villa e quase marcou o segundo.

No final, Rooney fez boa jogada, mas finalizou por cima da meta, e ainda deu a assistência para Welbeck, que entrara no decorrer do jogo, ampliar para o United, mas o atacante dos Diabos Vermelhos estava impedido. Após isso, o Manchester passou a manter a posse de bola e controlou o relógio para assegurar a vitória e a retomada da vice-liderança.

Continua após a publicidade

Publicidade