Publicidade
Publicidade

Brasileiros começam bem o Sul-Americano de Praia no Equador

Os representantes do vôlei brasileiro, nas areias de Manta, no Equador, onde acontece os Jogos Sul-Americanos de Praia.

Os representantes do vôlei brasileiro, nas areias de Manta, no Equador, onde acontece os Jogos Sul-Americanos de Praia, começaram bem a competição. Nas partidas desta sexta-feira, as quatro duplas que entraram em quatro conseguiram cinco vitórias.

Publicidade

Na disputa feminina, o destaque foi a dupla Elize Maia e Bárbara Seixas, que venceram duas vezes a assumiram a liderança do Grupo A. A primeira vítima das brasileiras foram as colombianas, com as irmãs Galindo, que perderam por 2 sets a 0, com parciais de 21/13 e 21/8. Em seguida, a dupla verde-amarela não perdoou as donas da casa, representadas por Villamar e Espinosa. Mais uma vez, Maia e Seixas aplicaram 2 a 0, também com parciais tranquilas de 21/9 e 21/13. As duas entrarão em quadra novamente, neste sábado, para enfrentar mais uma dupla equatoriana, Vilela e Chila.

‘Depois de uma viagem cansativa, ainda temos que nos acostumar com o clima, mas a estreia foi legal. Conseguimos imprimir um ritmo bacana e agora é buscar melhorar em alguns pontos, como a defesa. Estamos com boas expectativas para a competição’, declarou Bárbara Seixas.

Publicidade

A outra dupla do Brasil no feminino é formada por Neide e Rebecca, que jogam pelo Grupo C e também triunfaram na estreia. As brasileiras venceram com um duplo 21/8 para cima das peruanas Nora e Doreis. Nesta sábado, elas têm mais dois compromissos, o primeiro contra Rodriguez e Vera, da Venezuela, e depois é a vez da dupla Cardozo e Nieto, do Uruguai.

‘Não conhecíamos a dupla adversária. Prefiro sempre pegar uma equipe mais forte na estreia para poder pegar ritmo para os próximos jogos. Eu e a Rebecca já jogamos juntas no Brasil e não nos cobramos tanto. Cada uma faz a sua parte e o jogo fluiu’, comentou Neide.

Pelo torneio masculino, Evandro e Harley estreram e somaram mais uma vitória, novamente, em sets diretos. A partida contra os chilenos Fuster e Grimalt terminou com parciais de 21/14 e 21/18. Neste sábado, é vez de encarar o Uruguai em dose dupla, a primeira dupla será Cairus/Carbo e a segunda Zanotta/Williman.

Publicidade

‘A dupla do Chile tem um técnico brasileiro e vem crescendo cada dia mais. E contra o Brasil eles entram muito soltos. A obrigação é toda nossa de ganhar. O Evandro é um garoto muito novo, uma promessa e nunca disputou esse tipo de competição. Eu procuro ajudá-lo a esquecer os erros e ficar mais feliz no jogo’, afirmou Harley.

Vitor Felipe e Moisés formaram a dupla de última hora, mas apesar da falta de entrosamento, os dois venceram a difícil partida contra equatorianos Bardales e Lecaro, por 2 sets a 0, com parciais de 21/17 e 23/21. Neste sábado, é a vez de encarar Garcia e Orbe, do Peru.

As duas melhores duplas de cada chave avançam às quartas-de-final do torneio, que estão marcadas para o próximo domingo.

Continua após a publicidade

Para fazer parte da nossa comunidade, acompanhe a Placar nas mídias sociais.

Publicidade